Vamos falar de iPhone 11

Que bom gente, saiu o novo iPhone 11. Direi aqui algumas características para saber se vale a pena trocar seu aparelho por essa nova novidade.

Captura de Tela 2019-10-01 às 18.14.52.png

A Apple tem inovações, ao meu ver, em anos em anos. A primeira, depois da criação do iPhone, foi quando eles mudaram do 4s para o 5. Mudou o aparelho, sistema operacional e a conectividade. Vieram as tecnologias 4G e o aparelho obteve as melhores performances e qualidade perante aos outras marcas. Depois disso, cito: o iPhone 6 e X.

Nesse momento, tente analisar que muitas vezes a diferença é o processador, um recurso ou outro, mas nenhuma diferença que faça a diferença ou necessidade de trocar seu aparelho. Basta ir em uma autorizada para trocar sua bateria, por 400 reais, e ser feliz com seu aparelho por mas 2 anos.

Dentre os recursos estudados e vistos, o iphone 11 e 11 pro tem uma coisa superior: A câmera fotográfica. A foto no escuro sempre foi uma coisa horrível no iphone, fotos com pouca iluminação era coisa de desistir. Os outros aparelhos com nitidez automática e o iphone sempre a desejar.

Desta vez, a apple com a tecnologia Deep Fusion utiliza o poder do novo processador A13 para realizar operações avançadas de fotografia, tornando as fotos bem mais nítidas do que seria possível apenas com os sensores e lentes das câmeras. Diferente do Modo Noturno, que exibe um indicador na tela e pode ser desligado, o Deep Fusion funciona sem que o usuário perceba. É da seguinte maneira: Antes mesmo de você pressionar o botão para tirar uma foto, a câmera já registrou quatro quadros utilizando um tempo de exposição curto, além de quatro quadros utilizando um tempo de exposição maior. Ao pressionar o botão, mais um quadro é capturado, com tempo de exposição de acordo com a quantidade de luz na cena.

EEOhNzYXsAEHTpf.jpgEEOhN7XXUAAw39C.jpg

Todos esses quadros são combinados utilizando um algoritmo que analisa cada pixel individualmente, selecionando o melhor em cada quadro. O resultado é uma imagem muito mais nítida e com menos ruído do que uma imagem capturada com o processo tradicional.

Espero está ajudando sua opinão

Abraço

Existe Office 365 vitalício? É realmente original?

Quem não viu, em uma rede social, oferecimento do Office 365 original vitalício por R$ 199,00 ou R$ 250,00? Ofertas tentadoras em um mundo onde a  revolução na maneira de cobrança das licenças dos softwares. Agora não mais compra-se o software para utilizar direto, aluga-se e em contra partida, a empresa atualiza as versões anuais on-line.

Dentro dessa perspectivas atuais, existem os aproveitadores. Como a legislação da pirataria no Brasil é branda, existem alguns meios para conseguirem o software pirata, desde ir em qualquer banquinha da feira e compra-se um CD com o software pirata (mexidos para quebrar a licença original) á montarem algorítimos para burlar os números de série do produto para ativação on-line, com essas explicações, começamos nossa matéria.

Esses softwares piratas vem com o programa manipulado por programadores, com eles conseguem modificar a raiz do programa, a evidências da possibilidade de inserir, dentro da programação do Software Torjans (PC E MAC) ou até Vírus (PC), infectando seu computador silenciosamente, permitido a ação pelo próprio usuário, burlando o antivírus ou qualquer outro tipo de proteção.

Na internet, pode acontecer uma outra situação: O programa chamado KEYGEN é um pequeno programa de computador que gera uma chave do CD ou um número da série/registro de um software ou algoritmo de criptografia. Tais programas são disponibilizados por grupos de pessoas dedicadas ao cracking, sendo distribuídos gratuitamente em sítios web de Pirataria na Internet (fonte: Wkipédia). Após o usuário inserir o numero de série proposto, o programa ativa como se fosse original. Depois de meses, até anos,  com entradas simultâneas na internet a empresa, em qualquer atualização, bloqueia o usuário o privando da atualização daquele produto.

Voltando ao assunto, muitas pessoas me perguntam sobre o Office 365 vitalício, esse software é confiável? É realmente original?

Veja na página do office, a original, em nenhum momento oferece um produto desses para empresas ou pessoa física.

site_office.jpg

Entrei em contato com um agente da Microsoft no Brasil. Como informado abaixo, não reconhece esses produtos como originais, com o texto dito abaixo:

respostas_microsoft

Os anúncios são vários e tem de todo o tipo: No facebook, no Google e em várias mídias. Na verdade, utilizam de uma senha existente de uma licença de empresa. Chegam até criar um loguin com seu nome, mas, em poucos meses a licença se expira. Abaixo, reclamações e propagandas do Office 365 “original Vitalício”

propaganda_vitalíica

site_que vend 1

Abaixo um exemplo de reclamação:

recleme_aqui_office

Esse programa é vendido na Americanas. com, Shoptime, Mercado Livre e outras plataformas como fosse um produto licenciado na microsoft. Tudo isso é facilmente conferido no site da Microsoft .

O dever aqui é apenas fazer uma alerta para os usuários para não comprarem gato por lebre.

Abraço

O que é rede mesh? Wi-fi inteligente

Google WiFi e OnHub: saiba o que muda de um roteador para o outro

Descubra a seguir o que é uma rede mesh, como ela funciona e como esse novo tipo de conexão que o Google pretende popularizar na casa dos usuários pode melhorar a experiência de internet, especialmente na hora de fazer streaming de filmes e música usando dispositivos móveis.

Google WiFi quer popularizar redes mesh dentro de casa (Foto: Divulgação/Google)Google WiFi quer popularizar redes mesh dentro de casa (Foto: Divulgação/Google)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Rede de nós

Diferentemente da rede Wi-Fi tradicional, uma rede mesh não é composta somente de um único roteador conectado à rede de banda larga. Ao contrário, ela é feita de nós que trabalham em conjunto para distribuir um único sinal de internet em vários pontos de um mesmo ambiente. Em certa medida, os nós funcionam como roteadores e repetidores de alta eficiência.

Isso porque o sinal de internet em uma rede mesh não se perde ao se distanciar do roteador principal. Na verdade, a tendência é que uma conexão Wi-Fi do tipo fique ainda mais rápida com a adição de novos nós – unidades avulsas do Google Wi-Fi ou roteadores OnHub, por exemplo.

Mais inteligência

Redes mesh distribuem sinal de internet de acordo com necessidade (Foto: Divulgação/Google) (Foto: Redes mesh distribuem sinal de internet de acordo com necessidade (Foto: Divulgação/Google))Redes mesh distribuem sinal de internet de acordo com necessidade (Foto: Divulgação/Google)

Os pontos de acesso que formam uma rede mesh não são roteadores nem repetidores comuns, pois devem ser equipados com um software especial. O sistema é essencial para controlar a distribuição da conexão na rede conforme a necessidade do usuário. Embora os nós sejam feitos para espalhar o alcance da conexão no ambiente inteiro, a velocidade pode ser direcionada para uma determinada tarefa, dependendo da necessidade.

Com isso, um computador que realiza streaming de filme pode ganhar prioridade, ao mesmo tempo em que dispositivos móveis não têm sinal enfraquecido ao serem trocados de lugar. Na prática, significa que uma rede mesh pode oferecer conexão estável em qualquer lugar dentro do seu raio de alcance, mesmo que o usuário se mova constantemente.

Facilidade de uso

Redes mesh são mais fáceis de administrar, pois o software que acompanha cada nó tem a tarefa de se integrar ao restante da infraestrutura de forma automática. A compatibilidade entre as unidades depende do fabricante, mas, em compensação, não há dependência de um administrador de rede para incrementar o desempenho da conexão.

Custo-benefício

Em redes sem fio convencionais, é preciso investir em roteadores mais potentes ou em repetidores – que podem oferecer baixa eficiência – para alcançar áreas maiores. Já em redes mesh, o custo da infraestrutura tem escalabilidade mais flexível. Para cobrir ambientes mais extensos, basta adicionar mais nós a uma mesma rede.

Qual o preço do Google Wifi e data de lançamento no Brasil? Comente no Fórum do TechTudo.

Essa é uma das principais vantagens oferecidas pelo Google WiFi. Por um custo que promete não ser tão alto, o usuário poderá adicionar novas unidades a uma mesma rede para melhorar a conexão em locais maiores. Uma unidade é vendida pelo preço de US$ 129 (R$ 417, no câmbio atual, sem impostos) com cobertura de até 140 m², e o pacote com três unidades por US$ 299 (R$ 966), com alcance de, aproximadamente, 420 m².

 

Esta matéria foi publicada por PAULO ALVES para o TechTudo

link: https://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2016/10/o-que-e-rede-mesh-conheca-tecnologia-que-melhora-o-wi-fi.html